Notícias / Livro de pesquisadora do NEV vai virar filme

Livro de pesquisadora do NEV vai virar filme

Por Alan Felipe

Como Trabalho de Conclusão de Curso, os estudantes do curso de Ciências Sociais e de Imagem e Som da UFSCar estão trabalhando em parceria para produzir um documentário baseado no livro “Dias de Visita: uma sociologia da Punição e das Prisões” da Giane Silvestre, pesquisadora de pós-doutorado do NEV. Para finalizar o filme, que recebe o nome de “Dia de Visita”, e cobrir custos, a equipe está com uma campanha coletiva na plataforma Catarse.

O livro foi resultado da pesquisa de mestrado de Silvestre no Grupo de Estudos Sobre Violência e Administração de Conflitos da UFSCar (GEVAC) e analisa o impacto na vida de moradores das cidades que recebem os presídios e o efeito na vida dos familiares e amigos dos presos, abordando as unidades prisionais de Itirapina.

Edgar Fabrício, estudante de Imagem e Som e produtor do documentário, disse que conhecia muito pouco sobre Itirapina e sobre as duas unidades prisionais da cidade. Por isso ele conta que o livro foi essencial para a produção do filme, servindo de inspiração inicial para o projeto e presente em todas as etapas do processo.

Segundo Fabrício, o grupo tem percebido que “a penitenciária movimenta a cidade de diversas formas, mas as pessoas do local tendem a afastar imediatamente a imagem da cidade dos centros penitenciários”. No começo, a equipe sentiu que os moradores achavam ”quase um tabu” a penitenciária na cidade e sempre tentavam mudar de assunto.

Silvestre participou da pré-banca de avaliação do filme e diz que é muito importante dar visibilidade para esta questão, pois os efeitos do crescimento do encarceramento atingem as famílias das pessoas presas de diferentes formas: “Os custos financeiros, sociais e emocionais que recaem sobre os familiares dos presos são poucos conhecidos pela sociedade e por isso o documentário tem uma função relevante de dar visibilidade para estas questões. As viagens são custosas, o preconceito e o estigma da prisão permeiam as relações sociais entre os visitantes e moradores da cidade”.

A campanha está no Catarse e tem como recompensa DVDs, pôsteres e mais. Mais informações no Facebook.