Notícias / Pesquisadores do NEV repercutem dados do Atlas da Violência 2017

Pesquisadores do NEV repercutem dados do Atlas da Violência 2017

O Atlas da Violência 2017, publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e pelo  Fórum Brasileiro de Segurança Pública gerou vários debates na mídia. Registramos aqui  a contribuição do Núcleo de Estudos da Violência para o debate, e também participações anteriores que ajudam a contextualizar os dados do Atlas:

Metrópole Estadão

– Bruno Paes Manso, Pós-doc no NEV e Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum de Segurança Pública debatem os dados do Atlas da Violência 2017. Assista aqui.

SPTV

– Matéria com Bruno Paes Manso, Pós-doc no NEV:

SP tem menor taxa e maior redução de homicídios na década, aponta estudo.Segundo Atlas da Violência, divulgado nesta segunda-feira (5), entre os 30 municípios considerados mais pacíficos, 19 são paulistas. Assista aqui.

Outras colaborações do NEV com a imprensa no contexto geral da Segurança Pública:

USP Analisa debate políticas de segurança pública – entrevista com os pesquisadores Sérgio Adorno e Marcelo Batista Nery, do Núcleo de Estudos da Violência da USP.

Entrevistas com o Pós-Doc do NEV, André Zanetic, sobre as ações do governo e prefeitura na Cracolândia e Segurança Pública:

– Revista Istoé
Cracolândia: o inferno é aqui

–  Agência Brasil
Repressão não vai resolver problemas da Cracolândia paulistana, diz pesquisador

– Brasil de Fato
Sofrer racismo e intimidação por parte de seguranças “é corriqueiro”, dizem jovens

– Nexo
A nova intervenção na cracolândia: origens e precedentes de um problema crônico