Institucional / Pesquisadores / Ana Lúcia Pastore Schristzmeyer

Ana Lúcia Pastore Schristzmeyer  

Nome:

Ana Lúcia Pastore Schristzmeyer

Nome em citações bibliográficas:

SCHRITZMEYER, Ana Lúcia Pastore 

Formação

1996 - 2001: Doutorado em Ciência Social (Antropologia Social) (Conceito CAPES 6).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Controlando o poder de matar: uma leitura antropológica do Tribunal do Júri - ritual lúdico e teatralizado, Ano de obtenção: 2002.
Orientador: Paula Montero.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: homicídios; tribunal do júri - SP (1997-2002); ritual; jogo; drama; performance.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Jurídica / Especialidade: Tribunais do Júri.
Setores de atividade: Educação Superior.

1987 - 1994: Mestrado em Ciência Social (Antropologia Social) (Conceito CAPES 6).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Sortilégio de saberes: curandeiros e juízes nos tribunais brasileiros (1900-1990),Ano de Obtenção: 1994.
Orientador: Paula Montero.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: magia; religião; ciência; medicina; antropologia; direito.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Jurídica / Especialidade: Magistratura.
Setores de atividade: Educação Superior.

1984 - 1988: Graduação em Direito.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.

1983 - 1986: Graduação em Ciências Sociais.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

Biografia

Possui graduação em Ciências Sociais (1986) e em Direito (1988) pela Universidade de São Paulo (USP); mestrado e doutorado em Antropologia Social também pela USP (1994 e 2002, respectivamente) na qual, desde 2003, é professora no Departamento de Antropologia em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa (RDIDP). Coordena o Núcleo de Antropologia do Direito da USP (NADIR). É membro da Cátedra UNESCO de Educação para a Paz, Direitos Humanos, Democracia e Tolerância no Instituto de Estudos Avançados da USP (IEA-USP). Integra o Projeto Interunidades em Violência, Democracia e Direitos do Núcleo de Estudos da Violência da USP (NEV) com o subprojeto "Sujeitos, Discursos e Instituições". Trabalha na área de Antropologia do Direito, principalmente com os temas: tribunais do júri, direitos humanos, sistemas de justiça e profissionais do direito.